Fica a Dica – Maus

AVISO DE PRIMEIRA POSTAGEM OFICIAL – Sou daqueles que abrem um milhão de parênteses e que coloca reticências a cada três palavras escritas… (viu?)

Prosseguindo, prosseguindo...

Resolvi que vou agitar a categoria “Fica a Dica” periodicamente (talvez semanalmente, só o meu tempo LIVRE dirá) indicando uma história em quadrinhos, um game (*—*), um livro e quem sabe até uma banda ou musica pra galero…

Então vamos iniciar com uma clássica HQ, apresento a vocês (se é que não já conhecem) “Maus”…

Aí a capa da criança...

*chupinhando um resumão de alguma fonte confiável* – Maus (“rato”, em alemão) é a história de Vladek Spiegelman, judeu-polonês que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz, narrada por ele próprio ao filho Art. Foi publicado em duas partes, a primeira em 1986 e a segunda em 1991. E a pouco ganhou uma reedição que compila os dois volumes em um único (nomeado aqui no Brasil de “Maus – A história de um sobrevivente)… Nas tiras, os judeus são desenhados como ratos e os nazistas ganham feições de gatos; poloneses não-judeus são porcos e americanos são cachorros (pra tudo isso há uma explicação e um contexto genial, pode confiar que não é galhofada não)…

O que posso dizer é que nunca me emocionei tanto com uma HQ, chega a ser impressionante a forma com que a história se desenvolve, a arte é feita em preto e branco e usa de elementos infantis (como os animais e o sotaque alemão) para dar vida ao desenho, isso se encaixando perfeitamente ao contexto geral da HQ, ver o Holocausto retratado assim é tão surreal quanto realístico ao mesmo tempo (aí que besteira), mas é a sensação que passa mesmo, personagens marcantes e bem característicos, enredo impecável, desenhos tão lindos quanto um filhote de panda (¬¬’), sem dúvidas uma obra de arte…

Spiegelman sou seu fã manolo, você escreveu uma biografia do seu velho (mesmo ele sendo mal humorado, reclamão e sem nobreza alguma) , contou a história épica dele e ainda retratou a brutalidade do Holocausto por um ângulo diferente dos saturados filminhos frios e cinzas… (*—*)

(A observação a seguir é só pra dar credibilidade a minha indicação, porque confiar no meu gosto pode ser trágico)
PS:Em 1992 ele ganhou o prêmio Pulitzer, um dos mais conceituados do meio jornalístico e literário, e nunca antes dado a uma HQ (Maus foi a primeira e última HQ a levar o prêmio)

Aqui no Brasil a compilação foi lançada pela Cia. das Letras e pode ser encontrada em tudo que é livraria e também nos vários sites especializados em vendas virtuais… (vou deixar abaixo um link valioso)

Costumo comprar minhas HQ’s aqui ó —> Comix

Acho que por hoje é só… No mais, nada mais…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: