Melancia

Sim, é isso mesmo: Melancia

É esse o nome do livro que estou lendo no momento.

É um livro de literatura moderna da autora Marian Keyes. É da editora Bertrand Brasil.

É o seguinte, o livro fala basicamente de uma mulher que saiu da Irlanda e foi para Inglaterra, onde encontrou, casou-se e teve uma filha com o “homem da sua vida”. Porém, esse homem a deixa, e é aí que se desenrola toda uma trama engraçada e, em partes, dramática.

Ta aí nosso amigo livro.

Então, é isso galera, e, novamente, peço a compreensão de todos em relação a falta de postagens.

Nós nem somos tão vagabundos assim ???

Por isso, preço que nos dêem tempo para postagens melhores, tudo para que vocês tenham entretenimento!

AGORA DESLIGA O COMPUTADOR  VAI LER!

Anúncios

Old But Gold [4]

Boa noite, como vão?

Aqui vão mais dois sucessos de épocas boas, infelizmente, não vividas por minha pessoa!

Mas vamos ao que interessa:

e a Brasileira (naturalizada)



 

Esse sou eu fazendo meu trabalho, sou gato ou sou gato?

Bom fim de semana pra vocês!

Beijo do gordo!

Sony escolhe melhor clipe da sua história

É, é isso mesmo! A SONY divulgou o melhor clipe da sua carreira!

Fiquem com essa obra de arte!

 

A Sony Brasil agradece a preferência!

Aquele abraço pro Dhalsim!

Fica a dica – Musica diferente

HERE COMES THE SONG (isso foi uma tentativa sem sucesso de trocadilho com “here comes the sun” dos beatles)

Só chegar

Só chegar, the party is ON...

A dica de hoje é musical, mas é musica feita de maneira peculiar…

A arte de musicar utilizando-se de objetos/partes do corpo/qualquer coisa palpável do universo… Popularizada pelo sensacional MysteryGuitarMan já tem seus adeptos do lado de cá do continente americano. Durante uma das minhas várias andanças pelo vocêtubo (Youtube para os leigos) acabei encontrando o canal Música Diferente que também é muito bom (apesar dos vídeos serem poucos ainda)… Prestigiem *-*
.
.
.
.
.
.
Se quiserem aproveitar sigam lá no tuito o Roger Benet (dono do canal e estrela principal do shom…)

Mal feito, feito… No mais nada mais.

Não use mais as mãos…

…use as orelhas para carregar as suas coisas:

Fica a Dica – Maus

AVISO DE PRIMEIRA POSTAGEM OFICIAL – Sou daqueles que abrem um milhão de parênteses e que coloca reticências a cada três palavras escritas… (viu?)

Prosseguindo, prosseguindo...

Resolvi que vou agitar a categoria “Fica a Dica” periodicamente (talvez semanalmente, só o meu tempo LIVRE dirá) indicando uma história em quadrinhos, um game (*—*), um livro e quem sabe até uma banda ou musica pra galero…

Então vamos iniciar com uma clássica HQ, apresento a vocês (se é que não já conhecem) “Maus”…

Aí a capa da criança...

*chupinhando um resumão de alguma fonte confiável* – Maus (“rato”, em alemão) é a história de Vladek Spiegelman, judeu-polonês que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz, narrada por ele próprio ao filho Art. Foi publicado em duas partes, a primeira em 1986 e a segunda em 1991. E a pouco ganhou uma reedição que compila os dois volumes em um único (nomeado aqui no Brasil de “Maus – A história de um sobrevivente)… Nas tiras, os judeus são desenhados como ratos e os nazistas ganham feições de gatos; poloneses não-judeus são porcos e americanos são cachorros (pra tudo isso há uma explicação e um contexto genial, pode confiar que não é galhofada não)…

O que posso dizer é que nunca me emocionei tanto com uma HQ, chega a ser impressionante a forma com que a história se desenvolve, a arte é feita em preto e branco e usa de elementos infantis (como os animais e o sotaque alemão) para dar vida ao desenho, isso se encaixando perfeitamente ao contexto geral da HQ, ver o Holocausto retratado assim é tão surreal quanto realístico ao mesmo tempo (aí que besteira), mas é a sensação que passa mesmo, personagens marcantes e bem característicos, enredo impecável, desenhos tão lindos quanto um filhote de panda (¬¬’), sem dúvidas uma obra de arte…

Spiegelman sou seu fã manolo, você escreveu uma biografia do seu velho (mesmo ele sendo mal humorado, reclamão e sem nobreza alguma) , contou a história épica dele e ainda retratou a brutalidade do Holocausto por um ângulo diferente dos saturados filminhos frios e cinzas… (*—*)

(A observação a seguir é só pra dar credibilidade a minha indicação, porque confiar no meu gosto pode ser trágico)
PS:Em 1992 ele ganhou o prêmio Pulitzer, um dos mais conceituados do meio jornalístico e literário, e nunca antes dado a uma HQ (Maus foi a primeira e última HQ a levar o prêmio)

Aqui no Brasil a compilação foi lançada pela Cia. das Letras e pode ser encontrada em tudo que é livraria e também nos vários sites especializados em vendas virtuais… (vou deixar abaixo um link valioso)

Costumo comprar minhas HQ’s aqui ó —> Comix

Acho que por hoje é só… No mais, nada mais…

Letícia Leiko

Bom, a Letícia é minha amiga do colégio, é descendente de japoneses, e é muito, mas muito engraçada e simpática, além de ser muito bonita!

E ela esta concorrendo a uma viagem ao Rio de Janeiro para ver uma amiga que há 2 anos não a vê.

Para ajudá-la basta você seguir ela no twitter: http://twitter.com/leiko_ilhabela

Para conhecer ela: www.fotolog.com/leticialeiko

%d blogueiros gostam disto: